Menu 
Impermeabilização de célula emergencial – Planaltina de Goiás – GO | INOVAGEO

case-celula-emergencial-laraIMPERMEABILIZAÇÃO DE CÉLULA EMERGENCIAL COM GEOMEMBRANA DE PEAD NEOPLASTIC
PLANALTINA DE GOIÁS – GO

 

AUTOR:
Departamento Técnico de Geomembrana NeoPlastic
Eng° Daniel M. Meucci

 

1. INTRODUÇÃO
O trabalho em questão apresenta e descreve a aplicação de Geomembrana de PEAD NeoPlastic, Geocomposto Bentonítico e Geotêxtil não tecido, para impermeabilização de célula emergencial em Planaltina de Goiás/GO.

2. DADOS DA OBRA
Tipo de Obra: Impermeabilização de Célula Emergencial;
Local da Obra: Planaltina de Goiás / GO
Cliente: Lara Central de Tratamento de Resíduos Ltda.
Segmento: Gerenciamento de Resíduos
Tempo de execução da instalação do material: Início em 25/11/2013 e término em 01/12/2013.

3. RESUMO DA OBRA
A obra em questão refere-se à impermeabilização de célula emergencial, para destinação de resíduos sólidos. No local da obra encontrava-se o antigo lixão da cidade, sendo assim, foi feita limpeza do terreno para concepção da célula.
A célula emergencial irá receber resíduos provenientes do Município de Planaltina de Goiás e tem vida útil estimada para aproximadamente 33 meses, já considerando a possibilidade de aumento no montante de resíduo a receber.
Para esta área foram fornecidos Geomembrana de PEAD NeoPlastic de 2,0mm lisa, Geocomposto Bentonítico 3,5 kg/m2 (GCL) e Geotêxtil não tecido.
Até o momento do desenvolvimento deste trabalho, foram aplicados 6.000 m2 de cada geossintético, devido ao andamento da frente de trabalho do Aterro.

4. PRODUTOS APLICADOS
Produtos aplicados:

o Geomembrana de PEAD lisa de 2,00 mm;
o Geocomposto Bentonítico de 3,5 kg/m2;
o Geotêxtil nãotecido RT-26 (500 g/m2);
o Geotêxtil nãotecido RT-16 (300 g/m2).

Área de material fornecido:

o Geomembrana – 14.160 m2;
o Geocomposto Bentonítico – 9.400 m2;
o Geotêxtil nãotecido RT-26 – 12.040 m2;
o Geotêxtil nãotecido RT-16 – 6.127,50 m2.

5. SOLUÇÃO
Na impermeabilização desta célula emergencial da Lara Central de Tratamento de Resíduos Ltda., foram aplicados os seguintes geossintéticos:
Geomembrana de PEAD NeoPlastic preta e lisa de 2,0mm, Geocomposto Bentonítico (3,5kg/m2), Geotêxtil nãotecido RT-26 e Geotêxtil não tecido RT-16.
Mesmo o fundo do aterro estando distante do aquífero freático, o GCL foi utilizado como medida de proteção. Abaixo do GCL manteve-se uma camada de 60 cm de solo compactado.
A Geomembrana de PEAD NeoPlastic com espessura de 2,0mm foi aplicada diretamente sobre o GCL, de acordo com o previsto no projeto. Após a aplicação da Geomembrana, foi aplicado geotêxtil não tecido RT-26 para proteção mecânica, evitando o contato direto com os resíduos descartados.
Sobre a camada constituída por GCL, Geomembrana de PEAD NeoPlastic e Geotêxtil não tecido, foi colocada uma camada de solo de 40 cm,
atribuindo maior proteção ao sistema.
Acima desta última camada de solo, foi colocado o sistema de drenagem de percolado, composto por drenos no formato de espinhas de peixe, utilizando tubos de PEAD perfurados, brita e o geotêxtil não tecido RT-16 para envolvimento parcial dos drenos, servindo de apoio ao tubo perfurado.

6. RESULTADO DA OBRA
Com a aplicação da Geomembrana de PEAD NeoPlastic, do Geocomposto Bentonítico e do geotêxtil nãotecido, é possível proporcionar os seguintes benefícios:
• Ganho de volume no Aterro para disposição dos resíduos pela substituição de parte da camada de solo compactado;
• Permeabilidade extremamente baixa da Geomembrana de PEAD NeoPlastic;
• Não contaminação do solo pela infiltração de percolado e, consequentemente, do aquífero freático;
• Alta resistência mecânica, química e aos raios UV, aumentando a vida útil do sistema;
• Maior controle de qualidade pela aplicação de produtos manufaturados
• Facilidade de instalação;

7. ACOMPANHAMENTO DA INSTALAÇÃO
Instalador: EMBU Impermeabilizações

case-celula-emergencial-lara-1

case-celula-emergencial-lara-2 case-celula-emergencial-lara-3