Menu 
Impermeabilização em aterro sanitário – CTR Lara – Mauá – SP | INOVAGEO

aterro-ctr-lara IMPERMEABILIZAÇÃO DE ÁREA DE EXPANSÃO EM ATERRO    SANITÁRIO COM GEOMEMBRANA DE PEAD NEOPLASTIC

MAUÁ – SP

 

AUTOR:
Departamento Técnico de Geomembrana NeoPlastic

Eng° Daniel M. Meucci

 

1. INTRODUÇÃO

O trabalho em questão apresenta e descreve a aplicação de Geomembrana de PEAD NeoPlastic, Geocomposto Bentonítico e Geotêxtil não tecido, na área de expansão de Aterro Sanitário em Mauá/SP.

2. DADOS DA OBRA

Tipo de Obra: Impermeabilização de Aterro Sanitário;

Local da Obra: Mauá / SP

Cliente: Lara Central de Tratamento de Resíduos Ltda.

Segmento: Gerenciamento de Resíduos

Tempo de execução da instalação do material: não divulgado

3. RESUMO DA OBRA

O Aterro Sanitário localizado em Mauá/SP é administrado pela Lara desde 1991, e opera em conformidade com todos os requisitos legais aplicáveis, atualmente, recebe resíduos domiciliares de 7 municípios: Diadema, Itanhaém, Mauá, Rio Grande da Serra, Ribeirão Pires, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul.

Em média, são dispostos 2.800 toneladas de resíduos por dia. O aterro é devidamente licenciado e sua licença permite que sejam dispostos no aterro resíduos classe II (não perigosos), com foco em resíduos domiciliares e codisposição de resíduos industriais.

A ampliação, na qual foi aplicada a Geomembrana de PEAD NeoPlastic, o Geocomposto Bentonítico e o Geotêxtil não tecido, tem como objetivo expandir a área de recebimento de resíduos, aumentando a vida útil do aterro. Esta fase representa a primeira expansão da ampliação que será feita em 3 etapas e sua área foi dimensionada para um recebimento médio de 3.500 toneladas por dia de resíduos.

4. PRODUTOS APLICADOS

Produtos aplicados:

o Geomembrana de PEAD lisa de 2,00 mm;
o Geocomposto Bentonítico (GCL) de 5,0kg/m2;
o Geotêxtil nãotecido RT-42 (900 g/m2).

Área de material fornecido:

o Geomembrana – 75.225 m2;
o Geocomposto Bentonítico – 64.000 m2;
o Geotêxtil nãotecido RT-42 – 50.140 m2.

5. SOLUÇÃO

Para compor o sistema de revestimento de fundo, implantado no Aterro Sanitário, foi aplicada Geomembrana de PEAD NeoPlastic lisa de 2,0mm, Geocomposto Bentonítico de 5,0 kg/m2 e Geotêxtil nãotecido RT-42 (900 g/m2).

O sistema é composto, inicialmente, por uma camada de 0,60m de solo compactado sobre onde foi aplicado o Geocomposto Bentonítico (GCL – Geosynthetic Clay Liner), que tem por finalidade complementar a camada de solo, elevando a eficiência do sistema devido à menor permeabilidade quando comparado ao solo.

Diretamente sobre o GCL, foi aplicada a Geomembrana de PEAD NeoPlastic, de acordo com o previsto em projeto.

Por fim, sobre toda a extensão da Geomembrana, foi aplicado o Geotêxtil não tecido RT-42 (900 g/m2) para garantir a proteção mecânica do material, evitando o contato direto da Geomembrana com a camada de solo e do sistema de drenagem em espinha de peixe, que foram aplicados posteriormente.

As figuras abaixo demonstram a disposição dos geossintéticos aplicados no aterro sanitário.

aterro-ctr7

6. RESULTADO DA OBRA

Com a implantação do sistema de revestimento de base, com a correta aplicação da Geomembrana de PEAD NeoPlastic e demais geossintéticos, a fim de evitar o contato do resíduo recebido com o solo local, é possível proporcionar as seguintes vantagens:

• Não contaminação do solo pela infiltração de percolado e, consequentemente, de aquíferos freáticos que podem estar presentes na região;
• Ganho de volume no Aterro para disposição dos resíduos pela substituição de parte da camada de solo compactado pelo GCL;
• Permeabilidade extremamente baixa da Geomembrana de PEAD NeoPlastic;
• Alta resistência mecânica, química e aos raios UV da Geomembrana de PEAD NeoPlastic, aumentando a vida útil do sistema;
• Maior controle de qualidade pela aplicação de produtos manufaturados;
• Facilidade de instalação.

7. ACOMPANHAMENTO DA INSTALAÇÃO

Instalador: Embu Impermeabilizações

aterro-ctr1 aterro-ctr2

aterro-ctr3

aterro-ctr4 aterro-ctr5 aterro-ctr6